5

Tudo novo de novo! 



Trabalhei por três dias!
Ao acordar (estilo zumbi) no quarto dia, depois de uma longa conversa, resolvi que não trabalharia mais.
Era ficar em casa com as crias, ou contratar uma babá pra ficar com eles à noite, o que resultaria em: babá ganhando hora extra e em dobro por serem gêmeos e a mamain aqui esgotada no fim da noite do mesmo jeito!
Contratar uma babá se tornou inviável, justamente quando percebi que praticamente só trabalharia pra pagar um salário! 

Enfim! Agora, até segunda ordem eu sou mãe 24×7! Em julho eu volto à faculdade, mas o horário de aulas acaba sendo fixo, e eu fico com bastante tempo livre pra eles! 

E assim seguimos, a vida se encaminha de nos dar a certeza de nossas escolhas, e tudo é do jeitinho que tem que ser, por mais que a gente não acredite nisso! 

Vou sentir falta de um emprego pra chamar de meu, dos amigos que fiz, da rotina maluca que eu levava por lá… Mas eu mesma li em algum lugar que a vida é feita de ciclos, e meu ciclo por lá se fechou. 

Vamos seguir nos dispondo a novos ciclos, a novos trabalhos, novos estudos, novas pessoas, que ajudarão na conformação de um novo “eu” nessa nova fase! 

Chegou a hora de reduzir a velocidade e deixar a vida fluir, vislumbrando horizontes nunca antes visitados! 

http://youtu.be/wsST_dcvecc

Anúncios
0

Todo carnaval tem seu fim


E o meu tem dia e hora marcados:
Quinta feira, às 19 horas!
Depois de (quase) um ano estou voltando ao trabalho (sem ser para comer, é claro).
Vai ser bom ter um tempo off-baby diariamente, mas a sensação é que estão arrancando um braço, ou dois!
Pra completar, todo mundo faz uma cara assim quando eu digo que vou voltar a trabalhar:

Vamos acreditar que vai ser tranquilo a todos os envolvidos (menos pro pai, HAHAHAHAHA)
To temça!

Lá vou eu voltar a rodar umas bandejinhas!
Boa noite, meu nome é Carol, sou eu que vou atendê-los hoje. Aceitam um pãozinho?

IMG_0818

3

Precisamos falar sobre aborto

Esses dias algumas dezenas de fotos de barriguinhas surgiram em minha timeline numa campanha sem qualquer sentido contra o aborto.
Não postei, nem vou postar minha barrigona de grávida pelo simples motivo de ser a favor da descriminalização.
Ser a favor da descriminalização não é a mesma coisa que ser a favor do aborto. Não, eu não faria um aborto, se é isso que 99% das pessoas, quando assumimos nossa posição em relação a isso acreditam.
Mas eu penso no conjunto de circunstâncias que levaram uma outra mulher a abortar.
Não vivemos a vida do outro, não sabemos o que se passa dentro daquela casa, daquela família, daquela pessoa.
Não sabemos se são motivos financeiros/pessoais/psicológicos que levaram àquela mulher se submeter a tal ato.
Mas acreditem em mim, foi por desespero.

Nenhuma mulher que aborta o faz por prazer, eu já passei por uma curetagem pós aborto retido e é algo tão ruim que não desejo a ninguém, é um procedimento recheadinho de traumas.

Eu não venho dizer pra ninguém que acho que precisamos do aborto legalizado na rede SUS (apesar de ser o que penso), venho convidar todos a saber de uma única coisa: mulheres são presas porque abortam.
Se coloque um pouco, somente um pouco nessa situação, você ali algemada em sua maca, pois foi ao hospital com uma hemorragia ou qualquer consequência de um aborto. No momento que mais precisaria de empatia, de um acompanhamento psicológico, de um olhar caloroso, você vai estar em presa, e fatalmente será condenada, irá para cadeia, pegará de 1 a 4 anos de prisão.
Caso vá para uma clínica de luxo, e faça o procedimento, mas alguém descubra e te denuncie, novamente, prisão.

Há quem diga: deixe a criança nascer, e dê pra adoção. Só consigo pensar que quem diz isso jamais visitou um orfanato, ou pouco se atenta à população infantil de rua que temos no Brasil.
Ou há quem diga que depois que nascer as coisas se resolvem, algumas vezes, simplesmente não resolvem, vamos ter uma criança criada num lar sem amor, sem acolhimento, sem estrutura, será agredida, marginalizada.

Essas mulheres precisam ser acolhidas de alguma forma, abraçadas, receber tratamento psicológico, pois isso nunca, nunca sairá da mente delas, ela sempre se culpará, para o resto da vida.
Não é porque você é contra e posta sua barriga linda de fim de gravidez no facebook que mulheres deixarão de abortar, elas continuarão a fazê-lo. E com isso continuarão morrendo e continuarão sendo presas por isso.

1

A primeira saída da mamain…

Ontem foi sexta feira do fim do mundo. Mentira, o fim do mundo foi previsto pra quinta, mas a água anda escassa no Rio até pro dilúvio prometido. Como eu volto a trabalhar dia 18 naoquerofalarsobreisso, estamos fazendo adaptação da mamada da noite com o papai (e minha main), eu ordenho e eles oferecem pas quiança, aproveitando o ensejo, resolvi reunir as duas pessoas mais mal caráteres dessa cidade pra colocar os papos em dia. Essas duas pessoas que atendem pelo título de padrinhos do Pedro.

 10420301_1049676765048628_2742060337024879304_n 10959500_10204355409139532_1294655496895497238_n

Pois é… eu confiei meus filhos a esses dois… Mas deus protege né?! HAHAHAHAHAHAHA Enfim, vieram participar da hora em que o saci resolve rodopiar aqui dentro de casa atiçando as crianças, e acompanharam – com desespero – a rotina de passeio, banho, mama e dormir, os dois primeiros itens com muito choro de trilha sonora por favor. Depois de crianças devidamente cheirosas, mamadas, charutadas e dormidas, a mamain aqui foi pra um jantar com as amigue, onde colocamos todas as fofocas dos últimos tempos da última semana em dia, até porque era muita coisa… e eu fiquei assim: OMG

Mas passadas minhas fortes emoções, salsichão de vitelo, batata frita, croquete puérpera come muito, e pra radicalizar ainda mais DUAS cervejas sem álcool – HAHAHAHAHAHAHA – . Eis que surge uma visita na mesa ao lado, uma visita que sobreviveria a uma bomba nuclear. A nossa querida, amada, idolatrada barata. O pavor de Eduardo foi tão grande que ele se200 levantou, foi na recepcionista e ofereceu o Baygon que ele tinha dentro da própria bolsa. Aí eu te pergunto, quem em sã consciência anda com uma lata de Baygon dentro da bolsa, gente? Quem?! Tá achando que é dedetizador, criatura?!

Encerramos a noite com muitas, mas muitas risadas e a certeza que precisamos fazer isso mais vezes, antes de abril, fazendoofavô.

E existe vida pós maternidade galero!!!

anigif_enhanced-buzz-8778-1373395473-4

4

Supergêmeos Ativar!

São exatamente 10:23. IMG_0556[1]
Eu e Alice acordamos 8:18, Pedro acordou mais cedo e ficou com o pai.
Pedro acordou CINCO vezes essa noite, mas tô dando desconto de adaptação da rotina da noite com o papai.
Nessas 2:05 horas, já mamaram, já dormiram, já acordaram, riram, brincaram… tudo SEPARADOS, até que a mamain teve a brilhante ideia de coloca-los pra brincar juntos.

Pronto, ativou o neurotransmissor no córtex dos dois de “deixar a mamain maluca”.

Pense na main, coitada:
– Pega os dois do berço (chorando)
– Coloca os dois na cama (chorando de soluçar e cair lágrimas dos olhinhos)
– Coloca os dois nos peitos (aos berros)
– Canta uma música ininteligível pra acalmar as quianças (e se acalmar também)
– 3 minutos depois os dois estão dormindo.
– 4 minutos depois o pico de ocitocina é tão grande que os olhos da main começam a fechar de tanto sono.
– Sono profundo
– Levanta com os dois no colo
– Coloca os dois deitados na cama (de bruços, porque não há santo que os faça dormir de barriga pra cima durante o dia)
– Fim

IMG_0558[1]
E ainda não chegamos nem na metade do dia.